Porto Alegre: Revitalização do Gasômetro terá economia de mais de R$ 1 milhão

A prefeitura terá uma economia de mais de R$ 1 milhão nas obras de revitalização da Usina do Gasômetro. O investimento no projeto estava previsto inicialmente em R$ 12,5 milhões, mas o consórcio vencedor da concorrência para executar a reforma apresentou orçamento de R$ 11.449.325,92. O resultado da licitação foi homologado nesta quinta-feira, 24, pela Superintendência de Licitações e Contratos da Secretaria Municipal da Fazenda, depois de transcorrido o prazo de recursos. Venceu o Consórcio Rac/Arquibrasil, constituído pela empresa líder Rac Engenharia S/A e a empresa Arquibrasil Arquitetura e Restauração Ltda., de Curitiba.

Do total a ser investido, R$ 10 milhões virão de empréstimo junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e R$ 1,5 milhões, dos cofres da prefeitura. As obras devem se iniciar a partir da assinatura do contrato e terão duração estimada em 17 meses.

O projeto de revitalização é da 3C Arquitetura e Desing e tem aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae), Conselho do Patrimônio Histórico Cultural da Secretaria Municipal da Cultura (Compahc) e Plano de Proteção Contra Incêndios (PPCI). Foi liberado em julho pelo Corpo de Bombeiros.

Com a reforma, os espaços ganharão equipamentos modernos, mas manterão a essência de exibição de espetáculos experimentais. A ideia é que a Usina tenha operações comerciais e desta forma se torne financeiramente sustentável. Para maior segurança, está planejada a modernização da infraestrutura do prédio. O cinema, por exemplo, vai sair do terceiro andar para o térreo (embaixo do teatro). Duas novas escadas, uma voltada para os trilhos onde ficava o aeromóvel e outra para acesso ao terraço, vão reforçar a independência dessa área.

Texto de: Adriana Ferrás
Edição de: Rui Felten
Fotos: Jefferson Bernardes/PMPA
Fonte: PMPA