Porto Alegre: Auditório Araújo Vianna será administrado pela Opinião Produtora

A Opinião Produtora foi declarada vencedora da concessão de uso parcial do Auditório Araújo Vianna e do Teatro de Câmara Túlio Piva. O resultado do julgamento da habilitação foi divulgado no Diário Oficial (Dopa) desta segunda-feira, 21, após análise do recurso apresentado pela Urbanes Empreendimentos ser considerado improcedente. Agora, iniciam-se os trâmites para assinatura do contrato, prevista para novembro. A concessão é válida pelos próximos dez anos.

A Opinião apresentou o maior valor de outorga, de R$ 6,1 milhões, o que levou a produtora a vencer o certame. A concessão autoriza a exploração comercial dos espaços, mas não permite eventos político-partidários, sindicais e religiosos. No caso do Teatro Túlio Piva, fica garantida ao Município a preferência de utilização de 50% das datas.

O contrato de concessão prevê que a empresa vencedora deverá fazer investimento de R$ 4,4 milhões em reformas no Teatro de Câmara e de R$ 2,36 milhões no Araújo Vianna.

Texto de: Aline Rimolo
Edição de: Rui Felten
Fotos: Francielle Caetano/Arquivo PMPA
Fonte: PMPA